fbpx
Contratar uma agência de marketing - Vero Contents

A pressão por resultados é muito grande. Ainda mais no mundo corporativo. E principalmente quando o assunto é mensurar o retorno sobre o investimento (ROI). Sendo assim, se você trabalha no marketing, sabe o tamanho da responsabilidade que tem sobre a execução das ações.

Essa tarefa fica ainda mais complicada quando a equipe é enxuta. E pior, se tiver que integrar o offline com o online.

Um dos desafios é encontrar uma agência confiável e que cumpra o que foi prometido. Além disso, ela deve ajudar a atingir as metas (como o aumento da geração de leads, por exemplo).

Mas será essa a melhor saída? Neste post, separamos para você os principais pontos a considerar. Eles vão ajudar na decisão de contratar uma agência de marketing. Confira!

Relação custo-benefício

Existe uma forma de medir o custo-benefício em contratar uma agência. Basta olhar o panorama geral. De acordo com os objetivos, você realiza o alinhamento com a agência. Em seguida, monta o planejamento. A contratação pode ser por um valor fixo. Outra opção é por sucesso (success fee). Assim, não há gastos extras e as ações ficam dentro do orçamento. E o mais importante, o ROI previsto vai ser controlado.

Ainda mais: mensurar o sucesso de suas campanhas é o que vai trazer a confiabilidade da diretoria. E a agência vai entregar relatórios periódicos e precisos. Portanto, acabam suas dificuldades em estabelecer os melhores indicadores-chave de performance (KPIs).

Vamos comparar alguns pontos entre ter uma agência e uma equipe interna. Assim, podemos entender quais são os benefícios.

Equipe de marketing interna

Para começar, levantamos o necessário para o funcionamento de uma equipe. E separamos em duas categorias: estrutura e pessoal.

E por fim, vamos analisar a contratação de uma agência X equipe interna.

Estrutura

Os gastos estruturais se referem à estrutura física. Aqui temos locação e equipamentos. São itens necessários para que o departamento de marketing funcione.

Observe a lista dos requisitos mínimos:

  • Instalações físicas: espaço físico, móveis de escritório e valores para a limpeza do local (produtos, faxineira, etc).
  • Ar-condicionado: necessário para a manutenção da temperatura dos computadores.
  • Aparelhos eletrônicos: computadores completos e atualizados. Além disso, softwares de automação, tablets e smartphones.
  • Taxas: a conta de energia fica por conta da empresa. Assim, esse gasto deve ser considerado.
  • Ferramentas: para fazer funcionar um departamento de marketing digital, é necessário investir em ferramentas. As agências já possuem os pacotes para uso no dia a dia. Dessa forma, esse gasto deve também ser contabilizado. Além de suas atualizações.

Pessoal

O segundo item refere-se a gastos de pessoal. Aqui temos a contratação e a manutenção dos colaboradores.

  • Quadro mínimo de funcionários: montamos um exemplo com 7 pessoas:
    • Analista web;
    • Gerente de conteúdo;
    • Coordenador de redes sociais;
    • Analista de SEO;
    • Gerente de otimização e conversões;
    • Além de produtores de conteúdo (pelo menos um redator e um revisor).
  • Cursos de atualização: pelo menos um ao mês para cada um dos funcionários. Afinal de contas, trabalhar com tecnologia exige dedicação e atualização.
  • Substituição das peças: existem duas situações. A primeira, são os períodos de férias e outras ausências. A segunda, são as rescisões. Em ambos os casos, a substituição de funcionários traz consequências. Assim, novos treinamentos devem ser feitos. Além de novas contratações.

Podem existir outros formatos para montar a equipe. Mas isso varia de acordo com a necessidade. E é preciso observar que essa configuração exige especialistas. Dessa forma, a equipe não pode ser enxuta demais.

Contratação de uma agência de marketing

Como observamos, os investimentos são numerosos. Portanto, o fator financeiro já é o primeiro sinal de que vale a pena contratar um parceiro. Além disso, temos mais algumas razões:

1. Expertise

Em uma agência, você encontra profissionais de diversas áreas. Sendo assim, temos criação, produção, execução e métricas. Isso só como exemplo. E são profissionais sempre atualizados e com experiência. Assim, você economiza em treinamentos e em pessoal. E principalmente, no risco de fazer escolhas inadequadas o que diminui sua margem de erro.

2. Acesso à tecnologia de ponta

O empreendedor sabe que deve investir em tecnologia. São softwares atualizados. E equipamentos de última geração. Além das aquisições, é preciso que os programas tenham suporte. E também os equipamentos. E temos ainda os custos com o treinamento dos funcionários.

Já a agência possui tudo isso à sua disposição. E não lhe cobrará a mais por isso. Além do fato de que os funcionários já sabem lidar com as ferramentas. Essa exigência já acontece no momento da contratação.

3. Tempo

Resumindo, você economiza o tempo de sua equipe. E o dinheiro que sua empresa iria investir em toda a operação. Portanto, sua equipe será mais produtiva. E tempo também é dinheiro.

Contratar uma agência de marketing pode ser mais barato do que se imagina. Além disso, ajuda a gerar resultados para a campanha de marketing de sua empresa. Portanto, pense bem.

Gostou deste post sobre contratar uma agência de marketing? Então aproveite e assine a nossa newsletter!

Contratar uma agência de marketing é um bom custo-benefício?

2 ideias sobre “Contratar uma agência de marketing é um bom custo-benefício?

Deixe um comentário

WhatsApp chat